21/06/2019

Novo recorde: Consumidores inadimplentes crescem 2 milhões no Brasil

Mais um recorde histórico para os brasileiros que não conseguem quitar as contas. Estudo feito pela Serasa Experian mostra que 63,2 milhões de brasileiros estão com dívidas atrasadas e negativadas. Isso mostra um percental de 40,4% da população.

Para Luiz Rabi, economista da Serasa Experian, além dos impactos gerados pela insuficiência da educação financeira do brasileiro, a inadimplência é uma variável que segue as principais tendências do cenário econômico nacional. “Neste sentido, com a estagnação da economia, aumento do desemprego e da inflação ao longo dos primeiros meses de 2019, que impactam diretamente o orçamento doméstico, continuamos a bater recordes no número de consumidores com contas em atraso”, explica o economista.

Para se ter uma idéia, o segmento de bancos e cartões é o que possui um grande número de dívidas vencidas e não pagas, fazendo que haja maior representatividade de janeiro a abril, causando grande preocupação no setor.
Em abril de 2019, o crescimento da inadimplência do consumidor comparado com o mesmo mês de 2018, foi puxado pelas dívidas não honradas com o segmento de água, gás e energia elétrica. Em segundo lugar, aparece o serviço de telefonia. Já o ramo de Serviços e Varejo apresentaram queda na comparação interanual, uma sinalização de que a oferta de crédito nestes segmentos pode estar diminuindo.

O maior vilão de toda essa inadimplência deve-se ao alto índice de desemprego. Outro fator preocupante que também afeta o cenário é a falta de educação financeira, principalmente nos períodos de crise. O canal do Youtube Serasa Ensina, oferece gratuitamente, informações que é possível aprender sobre como cuidar do dinheiro, conseguir crédito e negociar dívidas, tudo para ajudar ainda mais a população a não cair no grupo de inadimplentes.